RSS

Sono Curto

DESCANSAR PRA QUÊ? 

É engraçado como o organismo da gente reage, mesmo quando pede para fazermos alguma coisa diferente. Se eu tivesse ido dormir às 23 horas no sábado à noite e pudesse, por exemplo, dormir até mais tarde, como acontece nos dias de folga, tenho certeza de que quando os relógios de pulso tocassem, às 6:28, seria o maior sacrifício levantar. Muito provavelmente aconteceria o que em geral acontece, que é eu dar uma esticada no sono até mais ou menos 8 horas.

Ontem à noite, depois de estar com a Zero Hora quase totalmente lida (e depois de ter driblado o sono do começo da tarde, entre o almoço e a esteira), era até natural que eu deitasse cedo para começara dormir mais cedo. Isso realmente aconteceu, mas o estranho é que tendo começado a dormir mais cedo o sono tenha também passado mais cedo. Acordei várias vezes, a primeira delas antes de o rádio-relógio marcar meia-noite, pelo horário dele. Depois acordei de novo uma e pouco, depois duas e pouco, depois quatro horas, e a última vez era quando marcava 5:08.

À exceção da primeira vez, em todas as outras tive alguma dificuldade para voltar a dormir, justamente porque eu sabia que havia começado mais cedo. Muito estranho. Na última, então, não consegui dormir mais, porque sabia que teria que levantar quando desse 6 horas no rádio. Não posso atribuir a falta de sono ao fato de o P65 estar ligado (depois de quase duas semanas, em que estava fazendo testes com ele desligado), porque foi terceira ou quarta noite com ele funcionando de novo, tocando música baixinho, e nas outras consegui dormir bem. Mas hoje talvez pela falta de sono ele parecia mais alto que volume 3.

Fiquei 50 minutos rolando na cama, sem saber ao certo se tirava o lençol de cima, porque aí ficava frio, ou se o deixava, porque aí esquentava. Não achei posição para tentar manter o corpo relaxado, para descansar enquanto esperava. Me desgostei de algumas músicas que tocaram, porque reforçaram minha ideia de que o aparelho de som toca sempre as mesmas, mesmo com uma cota limite de 999.

Teria que conseguir fazer o mesmo teste numa noite em que eu realmente não fosse trabalhar na manhã seguinte. Deitar cedo para ver qual será minha reação nesta situação de poder dormir mais cedo sem compromisso. O problema é que o único dia em que isso é possível é no sábado, mas não há domingos previstos de folga a não ser em agosto quando eu sair em férias.


Your Comment