RSS

Tanto Faz

NÃO TEM PREPARAÇÃO

Não importa se a morte de alguém próximo ou relativamente próximo chega de repente ou vem se anunciando há bastante tempo. A gente fica chateado.

O Antonio era um amigo, não convivi muito com ele, a não ser nos encontros de família nos finais de semana, nas datas comemorativas de maior significado. Colorado doente, de ficar nervoso em dias de jogos, mas sempre tiramos onda um com o outro com os altos e baixos de nossos times. Ele sempre se envolveu com política, petista convicto, de trabalhar pelo partido, enquanto eu não tinha interesse nenhum em participar de atos e discussões sobre aquele tema.

Muito bom churrasqueiro, enquanto eu não sei assar nada fora do fogão e do microondas de casa. Embora distantes, foram seis ou sete anos de convívio pacífico e amistoso, em que ele não veio sozinho, ainda tem o Lucas, que agora a gente nem sabe como vai ficar.

É triste, mas é a vida. É a vida, mas é triste.

Até breve, meu amigo.  


1 Comments Add Yours ↓

  1. 1

    Verdade.



Your Comment