RSS

Virtual Finalista

MUITO BOM JOGO

O Grêmio com quase todo time titular. Renato não quis arriscar colocar em campo dois jogadores recém voltados de lesão, e deixou Michel de fora apesar de ele ter jogado toda a partida do final de semana. A partida começa bastante disputada, com o Barcelona exercendo forte pressão. E apesar de tudo isso o Grêmio conseguiu equilibrar as ações e chegou muito cedo à abertura do placar, já largando em vantagem na semifinal.

Depois do gol o Grêmio começou a ficar mais à vontade na partida, passando a ficar mais tempo no campo do Barcelona e com isso logo chegou à marcação do segundo. Com dois gols a favor a vantagem para o segundo jogo deixa o time mais confortável. Mas ainda tem muito jogo pela frente.

A despeito do resultado parcial no primeiro tempo, o Grêmio não tem uma jogada de ataque definida, nem por parte de Fernandinho, nem de Lucas Barrios, e até nem mesmo por Luan. Com isso, também não tem retenção. O  Barcelona também tem grandes dificuldades, pois além de ter que enfrentar a forte marcação do sistema defensivo gremista depende do grandalhão Ariel, que não é a melhor das opções para ninguém.

De maneira geral, o Grêmio fez um bom primeiro tempo. Não foi uma apresentação impecável, mas foi relativamente tranquila.

No recomeço de partida o Barcelona se dispôs a colocar uma pressão forte em cima do Grêmio, mas o gol de Luan logo no começo da segunda etapa foi decisivo para acabar com a farra equatoriana. A partir dele o Grêmio voltou a tomar conta do jogo. O equatorianos loucos correndo atrás do Grêmio.

O técnico larga Ariel de mão aos 21 minutos do segundo tempo. Continua o mesmo dos tempos de Inter. Não pode ser considerado como opção.

O Grêmio joga como há tempos não conseguia e conquista uma vantagem extraordinária para o jogo de volta na semana que vem.


Your Comment