RSS

Brasileirão 2015 – 1

De olho na decisão da próxima quarta-feira, onde poderá garantir a passagem para as quartas de finais da Libertadores jogando em casa, o Colorado manda a campo um time misto de reservas e garotos, para estrear no Brasileirão contra uma equipe que mesmo jogando em casa está mal das pernas e não representa grande ameaça, tendo sido eliminada da Copa do Brasil por um time do Interior de minas Gerais.

Na ARENA da BAIXADA – 10.05.

16:00

ATLÉTICOPR 30 INTER

Gols: cruzamento da direita, a zaga falha e o gordinho Walter, de perna esquerda, completa para as redes, aos 14. Segundo tempo: Felipe cobrando pênalti, aos 20, bola no canto inferior esquerdo do gol de Alisson; aos 28, numa jogada de velocidade, e cruzamento da direita Paulão dá um carrinho na bola e desvia de Alisson, fazendo gol contra.

*

.O Atlético começou tentando impor um certo ritmo mas a rapaziada colorada não se assustou, não demorando muito a equilibrar. O equilíbrio favoreceu o time da casa, que ficou jogando nos contra ataques em velocidade, que redundaram no gol de abertura. O Atlético meio que se fechou, tentando administrar o resultado em um momento muito cedo, fazendo com que o Colorado começasse a sair mais. De toda maneira, as duas equipes tiveram lá seus momentos, mas mesmo com o resultado parcial em favor do da casa o jogo foi para o intervalo em aberto.

O segundo tempo começou em alta velocidade, com o Atlético partindo para cima e já obrigando Alisson a fazer importante intervenção. Aos 4 minutos o time paranaense perdeu duas oportunidades no mesmo lance, num chute em que a bola rebateu na zaga colorada e na sobra foi chutada por cima. Aos 8 Walter chutou cruzado, de dentro da área, Alisson defendeu, e Marcos Guilherme pegou o rebote, chutando por cima. Aos 18 Cláudio Winck puxa Walter ela camisa em cobrança de escanteio e o árbitro marca pênalti. Logo depois acontece o gol contra, sem chance de defesa para Alisson, que definiu o resultado da partida. Aos 29 Valdívia quase desconta com a trave salvando o time da casa, e aos 30 foi a vez de Paulão botar a bola na trave. Aos 35 quase foi a vez de Walter ampliar. O goleiro Ueverton fechou o gol nos minutos finais. Aos 46 a trave volta a salvar o Atlético.

*

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP), auxiliado por Vicente Romano Neto (Esp-2/SP) e Anderson José de Moraes Coelho (CBF-1/SP)

Público: pagante ……………………….; total ………………….; renda R$ ……………………..

Melhor do jogo: Walter.


Your Comment