RSS

Brasileirão 2019 – 19

Inteiramente focado na necessidade de vitória por dois gols de diferença em casa para ficar com o título da Copa do Brasil, o Colorado manda a campo time quase totalmente reserva para enfrentar um adversário direto a uma vaga na Libertadores do ano que vem.

No INDEPENDÊNCIA – 15.09.

11h

ATLÉTICO-MG 1 x 3 INTER

*

Primeiro tempo: começando com o Inter fazendo marcação alta, tentando se aproveitar da alta média de idade da defesa do Atlético, que à exceção do goleiro, que tem 22, varia de 30 a 40 anos. Cruzamento de Chará da diteira, Bruninho cabeceia na marca do pênalti, e Danilo Fernandes faz defesa parcial importantíssima no canto esquerdo, aos 3. O Atlético também entrou com reservas, entre eles o garoto Bruninho, 17 anos, tido como a nova jóia da base do clube. Pottker lança Parede dentro da área pela esquerda, ele bate cruzado para defesa de Cleiton, no chão, no canto direito, aos 21. Jogada individual de Heitor na intermediária pelo meio, sai o chute cruzado para defesa parcial de Cleiton no canto inferior direito, aos 25. O Inter fecha a primeira etapa controlando o jogo, com mais posse de bola e o Atlético dá sinas e cansaço de alguns jogadores.

O Atlético volta com duas alterações para o reinício de partida.

Segundo tempo: o Atlético começa saindo para cima do adversário. Chute cruzado, de pé trocado, da esquerda, que Cleiton pega no canto esquerdo, aos 2. Chute da entrada da área e Danilo pega no meio do gol, aos 2. Contra-ataque colorado que termina com chute fraco de Guilherme Parede da entrada da área pela esquerda e defesa tranquila de Cleiton, aos 9. Jogada de ataque do Atlético pela direita, sai cruzamento aéreo para a área, onde Di Santo cabeceia para defesa milagrosa de Danilo, aos 14. Cobrança de escanteio, sai cabeceio de Leonardo Silva e outra defesa milagrosa de Danilo, aos 15. Cobrança de falta da intermediária pela esquerda, que Sóbis cobra de pé direito e Cleiton pega no meio do gol, aos 16. Cruzamento da direita, Di Santo cabeceia no meio da área e Danilo pega no meio do gol, aos 17. A exemplo do primeiro tempo, e a despeito do tanto que o Atlético lutou sem qualidade suficiente, para nem falar nas grandes defesas de Danilo Fernandes, o Inter foi melhor também na segunda etapa e o placar diz o que foi a partida.

Gols: jogada confusa na área do Atlético, Réver dá um balão para trás, Pottker apara de cabeça, a bola cai no chão e faz uma curva, saindo do alcance de Cleiton e entrando no canto esquerdo, aos 28. Segundo tempo: Rafael Sóbis lançado em velocidade na direita, cruza rasteiro para o meio da área, onde Neilton estava para mandar a bola para as redes, aos 7; jogada em velocidade na direita, Pottker ganha de Réver na corrida, entra na área e bate cruzado de esquerda para mandar a bola no canto direito de Cleiton, aos18; bola lançada para dentro da área colorada, a defesa não tira, e Bruninho completa para as redes, aos 42.

Resultado que coloca o Inter na quarta posição, no G-4, podendo perdê-la até o final da rodada.

*

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (AB/RJ), com Silbert Faria Sisquim (AB/RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (AB/RJ).

Público: pagante ………………….; total 18.966; renda R$ 443.583.

Melhor do jogo: William Pottker.


Your Comment