RSS

Complicou

MAS TAMBÉM DEPENDE

A vitória do Flamengo na Copa do Brasil (com Marcelo Moreno e André Santos, ambos dispensados pelo Grêmio, na foto) obrigatoriamente recoloca o Atlético/PR, terceiro colocado no Brasileirão, na briga pela segunda vaga direta na competição intercontinental da Libertadores da América, que hoje está nas mãos do Grêmio.

O Atlético/MG é campeão da própria Libertadores, tem uma vaga direta; o Cruzeiro é Campeão Brasileiro, tem outra; o Flamengo é campeão da Copa do Brasil, tem outra. A Ponte Preta eliminou o São Paulo da Sul Americana e vai para a final contra o Lanus (que tem vantagem sobre o Libertad, conquistada no jogo de ida). Se vencer a competição, sobrará apenas uma vaga, para o terceiro colocado do Brasileiro. Caso não vença, poderá entrar o quarto colocado.

Ponte (caso vença a Sul Americana) e o terceiro do Brasileirão (e o quarto, caso o campeão da Sul Americana seja o Lanus) terão que disputar a pré-Libertadores. Significa dizer que ao Grêmio resta não só a obrigação, mas a possibilidade de se manter no segundo lugar da competição nacional por suas próprias forças. Precisa vencer os dois jogos finais contra Goiás (na Arena) e Portuguesa (no Canindé) para se garantir na fase de Grupos da Libertadores, ganhando mais tempo para se preparar, e mandando a campo nos jogos do Gauchão um time de garotos da base.

A minha preocupação, que imagino desde já seja também da diretoria do clube, é a de que será preciso dar uma reformulada no plantel, porque com o material humano de que dispõe hoje o Grêmio sequer passaria da fase classificatória, para nem mencionar um muito provável vexame técnico. De onde vai sair o dinheiro para o investimento? A meu juízo começa pela venda de uma ou duas peças e dispensa de outras tantas, enxugando a folha de pagamento. Alguns jogadores custaram muito e produziram bem menos do que custaram.

Eu começaria por aí.

Ninguém pode obrigar um time a ser campeão de nada, mas se pode exigir que não faça fiasco.


Your Comment