RSS

Dia 149 – 2019

quarta

Horário da Postagem

08h07min

Em Porto Alegre a nebulosidade forte do amanhecer não diz o que diz a meteorologia, que deixa a chuva fora do quadro do tempo; a velocidade média do vento permanece estável, com movimentação entre 2 e 7 km/h; a temperatura máxima também apresenta estabilidade, com variação de 20 a 22°; a umidade relativa se mantém estável, oscilando entre 93 e 98%; a temperatura mínima apresenta ligeira queda, na casa dos 13 a 16°Celsius. No momento desta publicação, 17°. Dados de aplicativos de clima para celular (Yahoo Tempo, Accu Weather, GoWeatherForecast, Tempo Agora, Radar Meteorológico).

Bom, então chegou o tão temido último dia das férias.

Para o choque de realidade não ser tão devastador optei por levantar hoje já no horário das 05h40, para reacostumar o corpo. E observem que no início das férias eu vinha levantando às 07h30; no meio mudei para 06h30.

A pior parte de hoje para amanhã é que por causa do futebol vou dormir um pouco mais tarde. Provavelmente terei uma noite de pouco menos de seis horas de sono. Na semana que vem, dia 4, vou completar 40 anos de serviço, entrarei novamente no direito de férias. Desnecessário dizer que já estou decidido a encaminhar novo pedido para julho.

Ontem no BarraShopping encontrei um colega que tem o mesmo pensamento que eu, de sair no próximo PDV (ou I), e ele tem mais tempo de casa do que eu, a propósito. Tem uma hora que a gente pensa mesmo em se retirar. A única coisa que ainda poderia me fazer dar a esticadinha até 2023 (que era meu plano inicial) seria uma transferência para Caxias, o que me permitiria morar em Nova Petrópolis ainda enquanto estivesse no trabalho.

A nova Previdência pretende obrigar as pessoas a trabalharem até os 65 anos, e eu não teria problema com isso se tivesse entrado no mercado de trabalho mais tarde. Para os padrões da época, ter a primeira (e no caso única) assinatura em carteira aos 21 anos era considerado tarde. Hoje em dia não é mais, uma vez que há estudos considerando a idade de 29 anos como fim da adolescência.

Eu acho um absurdo, mas enfim.

Talvez isso justifique a pessoa trabalhar até quase (ou com alguma dose de certeza) cair morta. Meu objetivo na vida nunca foi esse, e continua não sendo.

Se quiser visualizar as fotos do quadro do tempo acesse o link Quem Vai Querer Saber, lá embaixo. Será redirecionado para um álbum no Facebook.


Your Comment