RSS

Dia 272 – 2019 / Semana 40 (4.149) (8.783)

domingo

Horário da Postagem

07h54min

Em Porto Alegre a temperatura máxima se apresenta com estabilidade, na casa dos 24 a 26°; a umidade relativa pega de volta o elevador para cima, oscilando entre 93 e 100%; a temperatura mínima ficou estável, variando entre 13 e 15°Celsius; o dia amanheceu com céu limpo, algumas nuvens no horizonte e chuva fora do quadro do tempo; a velocidade média do vento perdeu toda a força, com movimentações entre 1 e 3 km/h. No momento desta publicação, 16°. Dados de aplicativos de clima para celular (Yahoo Tempo, Accu Weather, GoWeatherForecast, Tempo Agora, Radar Meteorológico).

Embora a meteorologia diga que o dia de hoje hoje será ainda mais quente que o de ontem (que até nem o foi tanto), o amanhecer foi gelado, me obrigando a colocar meias, que na noite anterior haviam sido dispensadas. Vamos ver como o tempo se comporta.

No sábado recebi no celular uma mensagem informando que eu era um sócio habilitado a votar na eleição do Conselho Deliberativo e presidência do Grêmio pela internet. Em anos anteriores eu havia recebido correspondência física, orientado sobre à ida à Arena para votar, o que de jeito nenhum eu faria. Mas pela internet, sem sair de casa, encaminhei o voto após fazer revalidação de senha (que eu nunca havia usado) em favor do presidente Romildo Bolzan.

Fi-lo antes de sair para ir à casa dos pais.

Agora pela manhã havia colocado o Sleep Better para despertar às 5h40, pensando em tudo que terei que fazer envolvendo esta postagem, montagem das esperas para os jogos de Grêmio e Inter, à tarde, exercício no elíptico, antecipação da postagem de amanhã, etc.

Mas quando despertou faltou coragem para levantar. Isso só aconteceu às 6 horas, ainda assim estando eu de muita má vontade. Mas não tinha como esticar o sono. Amanhã, sim, terei que levantar às 5h40, sem choro, para ir para a empresa, porque estamos com assembleia marcada para 9 horas em segunda chamada, ou seja, o final da greve será decidido cedo, implicando que voltaremos imediatamente ao trabalho após a ratificação de que deixaremos correr o dissídio no TRT.

Então eu vou precisar correr, deixar o post do diário pronto, sair de casa, ir até o estacionamento do CAFF e é aí que a coisa fica complicada em relação à caminhada, que talvez não dê para fazer. O mais incrível e eu estar mais preocupado com isso do que com qualquer coisa referente a trabalho.

Eu gostei da rotina de manter a média de 4.000 passos dados por dia. Caminhar faz bem para a saúde. Como disse aos meus pais e à irmã que também esteve lá no sábado, quanto mais exercício faço, menos dores sinto, e contei sobre o tombo sofrido no meio da semana, dentro de casa, em que pouco depois de ter levantado não estava cm dor alguma.

A perspectiva de não fazer caminhada pela manhã (que é o horário em que mais gosto de caminhar) me preocupa. Mas isso é assunto para amanhã.

Se quiser visualizar as fotos do quadro do tempo sem edição acesse o link Quem Vai Querer Saber, lá embaixo. Será redirecionado para um álbum no Facebook.


Your Comment