RSS

Dia 293 – 2019 / Semana 43 (4.170) (8.822)

domingo

Horário da Postagem

07h35min

Em Porto Alegre velocidade média do vento em queda, com expectativa de movimentações entre 5 e 6 km/h; a temperatura máxima segue estável, na casa dos 20 a 22°; a umidade relativa segue em baixa, oscilando entre 60 e 77%; a temperatura mínima teve ligeiro recuo, na casa dos 13 a 15°Celsius; o dia amanheceu nublado, com o sol eventualmente dando as caras, e apenas um site apontou incidência de chuva para o final da noite. No momento desta publicação, 16°. Dados de aplicativos de clima para celular (Yahoo Tempo, Accu Weather, GoWeatherForecast, Tempo Agora, Radar Meteorológico).

Bom, então aconteceu que o sábado foi dia de meia maratona, depois da manhã de plantão.

Se não, vejamos: fui almoçar na casa dos pais, como escrevi no post do diário. Depois do almoço rolou um cochilo de uns 45 minutos. Saí de lá pouco antes das 16h, chegando em casa antes de 16h30. A intenção era estar lá às 17h, por causa do jogo do Grêmio. Primeira coisa a fazer, dar comida aos peixes, mas antes coloquei a tocar no rádio do banheiro uma sequência de músicas que sei que as duas primeiras dariam quase 20 minutos, e nisso aí eu teria tempo para muita coisa.

Então lembrei que havia esquecido o celular no carro. Descer para buscá-lo foi coisa de menos de dois minutos (tive muita sorte de ninguém mais ter querido usar o elevador naqueles momentos).

Pensando na montagem do lanche de hoje, tirei dois pães de cacetinho do freezer e fui para o banho. Depois deste, na corrida montei dois sanduíches, aproveitando uns salsichões de frango que estavam assados desde a tarde de sábado (sacados do freezer pela Lisiane, que se preocupou com o que eu teria para comer ao longo do findi). Enquanto isso já fui ligando os aparelhos no quarto, e um pouco antes de rolar a execução do Hino Nacional no estádio coloquei pipocas para fritar, no micro-ondas, que ficaram prontas imediatamente antes do início da partida.

Ah, e ia me esquecendo: pensando no café da manhã de hoje, antes do banho lavei toda a louça e talheres que costumo usar, e que estavam na pia depois do café da manhã de sábado.

No intervalo do jogo fritei os grãos de pipoca que haviam restado no pote da primeira leva. Enquanto isso já fui providenciando a roupa e as meias que usaria para vir cumprir mais umas horinhas de compensação na noite de sábado, depois do jogo.

Terminada a partida, enquanto era feita a escolha do craque, fui calçando as botinas, vestindo a camiseta, pegando os óculos, etc. Escolhido o craque, feita a publicação do post do jogo, saí e vim trabalhar, Cheguei antes de 19h30, saí antes de 22h30. Fui para casa, comi alguma coisa e caí na cama. Agora estou de novo no plantão, e quando sair tenho que ir buscar uma esteira comprada de 2ª mão de uma amiga da minha irmã mais nova.

Tudo isso antes do jogo do Inter, às 16 horas, para o qual a espera já está pronta.

Estou pensando num jeito de levar a esteira para cima antes do anoitecer (como é notório, o condomínio proíbe o uso doméstico, mas não podem proibir a pessoa de possuir uma esteira). Se conseguir levá-la cedo para cima, é possível que eu venha novamente, na noite de domingo, para compensar mais algumas horinhas.

Este é o roteiro.

P.S.: como sempre, para adiantar serviço, este texto estava pronto e digitalizado ainda enquanto estava na compensação, na noite de sábado.

P.S.²: claro que quando cheguei em casa, de noite, tive que descer para buscar o celular no carro.

P.S.³: no meio de toda aquela movimentação passou batido o fato de que sábado era dia trocar a roupa de cama, o que pelo vislumbre que tenho do meu futuro próximo provavelmente só farei na segunda-feira.

Se quiser visualizar as fotos do quadro do tempo sem edição acesse o link Quem Vai Querer Saber, lá embaixo. Será redirecionado para um álbum no Facebook.


Your Comment