RSS

Dia 318 – 2018

quarta

Horário Brasileiro de Verão

09h37min

Em Nova Petrópolis há tendência de aumento de intensidade das rajadas de vento, que podem chegar aos 21 km/h; o céu amanheceu com nebulosidade forte, desta vez sem incidências de sol, e a chuva também ganha força, além do pancadão que já caiu na madrugada; a umidade relativa segue no elevador para cima, com variação de 54 a 87%; a temperatura mínima retoma trajetória de queda, baixando para 18°Celsius; a máxima baixando para média, perdendo onze graus em relação ao dia anterior. Dados do site Tempo Agora.

Bom, então aconteceu que na noite de terça demos um passeio em Gramado para apreciar uma sequência de fondue que havíamos comprado num site de ofertas, e o mais engraçado foi que com tudo que bebemos (alguns refrigerantes, água mineral e uma cerveja – para a Lisi) a conta final saiu mais barata do que o valor original apenas do valor de compra. Não entendemos nada, mas pagamos e saímos antes que o sistema do caixa mudasse de ideia, mas não escapamos de escutar um comentário do rapaz do caixa sobre o meu “celular de magnata, chefe“.

Argumentamos que ele foi objeto de muita negociação e abre mão disso, abre mão daquilo, e caímos fora de uma vez. Imaginamos que ele deva ter pensado que quem tem um aparelho desses pode pagar bem mais pelo fondue, mas não há certeza sobre se isso seria uma coisa da cabeça dele ou seria algo da nossa cabeça.

Ainda na tarde de terça, antes de uma outra saída, passou por mim o Sandro, da borracharia, que fez a troca dos pneus dianteiro da Marau, no mês passado, acenando de dentro de um Monza, e achei legal ele ter se lembrado do cliente, ainda mais que da outra vez expliquei a ele que aqui tem uma pousada. 

E à noite, em Gramado, por uma questão de logística falha minha (acreditei nos valores de pedágio que apareceram na internet, e estavam defasados), aconteceu de ficarmos sem dinheiro para pagar o pedágio de volta, e depois de tentarmos encontrar algum caixa 24 horas (passava das 23 horas, e nesse horário não há opções na cidade), a Lisi pegou meu cartão do banco e conseguiu trocar uma passada dele na maquininha em troca do valor em dinheiro da compra de uma cerveja, com um grupo de rapazes que estavam bebendo na entrada da AM/PM dum posto Ipiranga.

Claro que para uma mulher altona, linda e de shortinho eles não negaram ajuda, mas para ser justo se eu tivesse ido lá falar com eles, ajudariam do mesmo jeito, só que eu nunca teria tido esta ideia.

As obras do novo hotel Laghetto, na periferia de Gramado, estão aceleradas, Pouco mais de um mês depois da última vez que por ali estivemos, as carcaças de alguns prédios já estão nas alturas, e o que na vez anterior dava pera ver ao fundo, agora já não dá. Parece que está tudo indo dentro do cronograma.

Para visualizar as fotos do quadro do tempo acesse o link Quem Vai Querer Saber™, lá embaixo. Será redirecionado para um álbum no Facebook.


Your Comment