RSS

Dia 49 – 2011

Hora brasileira de Verão

16:03

Noite boa de dormir, com a dispensa do ventilador a uma certa altura. Amanhecer de céu limpo, lua brilhando e 22ºC às 6:24.

4

DECIDIDO ESTÁ

Desde de que assisti à primeira chamada do seriado The Cape, no Universal Channel, não gostei da trama.

Mas, como não sou de julgar um seriado pelo trailer, na semana passada fiz um programa para gravar os dois episódios em sequência, na estreia. Não sei o que aconteceu, mas a gravação não funcionou, só que eu não soube disso a não ser na terça-feira desta semana. Tive uma segunda oportunidade de gravá-los na segunda à noite, mas como acreditava que estavam já registrados numa fita, não dei a menor bola. 

Entretanto, na ZH de domingo, li na coluna da Saccomori que a audiência nos States vinha despencando. Quando, na terça-feira, descobri que os dois episódios não haviam sido gravados, entendi, então, que não era, mesmo para eu assistir o seriado. Não serei eu quem vai discutir com a interferência divina.

3

DESCONFIANÇA

O outro jogo da chave do Grêmio, realizado ontem, entre León de Huánuco (1) e Junior Barranquilla (2), teve arbitragem de Paulo Cesar Oliveira. Acho estranho a Conmebol colocar um árbitro brasileiro para apitar uma partida de um grupo em que há um time brasileiro interessado.

Terá sido apenas medida de economia? De toda maneira, o Grêmio não precisaria de ajuda. Mas não gostei que isso tivesse acontecido. Assim como estranho que Héber Roberto Lopes tenha sido escalado para apitar a partida entre Cerro Portenho (5) e Colo Colo (2), times do grupo onde está o Cruzeiro, de Minas.

Muito estranho.

2

PARA o GASTO

O Oriente Petrolero é um time ousado. Tão logo percebeu que havia fragilidades no meio de campo do adversário, se atirou ao ataque, chegando a ter bom predomínio sobre as ações. Não abriu o marcador por falta de maior qualidade e habilidade de seus atacantes, e porque Victor estava ligado.

Mas é inegável que a marcação de um pênalte inexistente (o árbitro estava com a visão encoberta; o assistente não levantou a bandeira, mas o juiz não olhou para ele; a bola bateu no rosto do jogador) acabou com a empolgação do time boliviano. a bola cruzada por Gabriel bateu no rosto do jogador de defesa, mas como ele estava com o braço esticado e o árbitro estava com a visão encoberta, era imperativo que este último olhasse para o assistente, o que ele não fez.

A conversa de intervalo do treinador gremista foi boa, corrigiu alguns erros de posicionamento. O Oriente voltou tentando equibrar o placar em seguida e levou o segundo logo no início, foram-se todas as suas possibilidades na partida. Menos mal que Renato sabe que o esquema de ontem, com aquele meio de campo abertinho, só podia ser utilizado contra um time fraco, ousado, mas fraco.

A lição do primeiro tempo de doer parece que foi aprendida.

1

BOM AGOURO

Ontem foi dia de fazer a minha renovação de fé.

Sabia que havia alguns prêmios pequenos para receber que iriam ajudar a completar o valor da aposta junto com a verba já destinada a este fim. A menina registrou a aposta e começou a descontar os valores dos volantes premiados, e não é que o valor dos prêmios deu exatamente o valor da aposta? Não precisei usar a verba em dinheiro que estava reservada para o jogo.

Interpretei como um sinal de que alguma coisa boa relacionada a isso está a caminho.


Your Comment