RSS

GRÊMIO 2 x 1 Botafogo

Depois da estreia apressada, com uma semana para treinar e começar a deixar o time mais com a cara do novo treinador, o Tricolor entra em campo contra o líder da competição, jogando em casa, diante de sua torcida, com chances de aproximação ao topo da tabela. Dúvidas no meio campo ainda persistem, por causa da impossibilidade de utilização dos meias Riveros e Maxi Rodriguez.

7ª RODADA do BRASILEIRÃO 2013 (35)

NA ARENA PORTO ALEGRENSE – 14.07.

16:00

Formação que inicia a partida:

Dida; Pará (2), Bressan (15), Werley (3) e Alex Telles (13); Adriano (29), Souza (5), Elano (7) e Zé Roberto (10); Vargas (17) e Kleber (30).

Cartões: amarelos () para Adriano, aos 29; Vargas, por reclamação, aos 43. Segundo tempo: amarelo para Kleber, aos 41.

Gols: Alex Telles cruza da esquerda e Vargas, de primeira, de pé direito, no meio da área, livre de marcação, completa para as redes, aos 12; jogada individual de Seedorf na intermediária, deixa dois adversários para trás e da meia lua da grande área bate no canto superior esquerdo de Dida, aos 19; jogada confusa na área do Bota, e Vargas, vindo de trás, completou para as redes, aos 33.

Trocas: segundo tempo: Maxi Rodríguez (14) vem para o jogo no lugar de Elano, aos 24; Matheus Biteco (31) vem para o jogo no lugar de Souza, aos 38; Cris (3) vem para o jogo no lugar de Vargas, aos 48.

*

Debaixo de muita chuva, o primeiro tempo foi de grandes dificuldades para o Grêmio, e nem poderia ser diferente. O Botafogo é um time bem arrumado, que joga junto há muito tempo, e que cresceu depois de sofrer o gol. Clarence Seedorf foi a grande figura da primeira etapa, dono do time do Bota. Em lance confuso, o assistente Marcelo Van Gasse fez uma lambança, levantando a bandeira antes da sequência do lance do segundo gol gremista, assinalando impedimento de Kleber, mas quem fez o gol veio de trás, e o árbitro Paulo César subiu no meu conceito, assumindo a responsabilidade de confirmar o gol. Na saída de campo, o goleiro Jefferson conversou com o assistente, que assumiu o erro. Taticamente, enquanto o time carioca usou e abusou do toque de bola, o Grêmio teve que fazer uma partida de superação.

O segundo tempo foi de ainda maiores dificuldades, porque desde o primeiro lance de jogo o Botafogo pressionou. E passou todo o segundo tempo pressionando, ao ponto de o Grêmio mal e mal ameaçar o gol de Jefferson. Na verdade, o Grêmio promoveu apenas uma jogada de ataque durante todo o segundo tempo. Não é à toa que o Bota entrou na rodada como líder.

*

Arbitragem: Paulo César de Oliveira (Fifa/SP), auxiliado por  Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Carlos Augusto Nogueira Júnior (CBF.1/SP).

Público: pagante 28.014; total 30.395; renda R$ 1.335.155,00.

Melhor do jogo: Vargas.


Your Comment