RSS

- O DESAFIO da LEITURA

GRÊMIO 2 x 0 CRB

Em jogo valendo a liderança provisória a partir da derrota do Bahia, mas contando com resultados paralelos de Chapecoense e Sport, o técnico Roger Machado mexe um pouco na equipe escalando o que tem de melhor no momento, e a expectativa é de um bom resultado no enfrentamento contra o vice líder da zona do rebaixamento.

5ª RODADA do BRASILEIRÃO SÉRIE B 2022 (21)

ARENA do GRÊMIO (30.04.)

Formação que inicia a partida:

Brenno (1); Rodrigo Ferreira (15), Geromel (3), Bruno Alves (34) e Nicolas (30); Lucas Silva (16), Villasanti (27), Elias (18 e Bitello (39); Biel (17) e Diego Souza (29).

*

Primeiro tempo: o CRB começa a partida fazendo marcação alta, tentando evitar que o Grêmio jogue. Com menos de dez minutos o Grêmio já tinha conseguido dois escanteios e perdido gols. O problema é que está jogando mais pelo lado esquerdo, com Nicolas, o que facilita o sistema defensivo do CRB. Tem que botar Rodrigo Ferreira para jogar mais. Na segunda metade do tempo de jogo o Grêmio fazia marcação alta e não deixava o adversário jogar. O CRB voltou a apresentar pressão depois dos 30. Já está com um jogador amarelado desde os 26. Geromel salva o Grêmio em cima da linha e no rebote Reginaldo, sem goleiro, bate desviado, para fora, aos 35. O Grêmio recua sem marcar bem, e dá espaço ao CRB. Foi um bom primeiro tempo, em que o Grêmio correu alguns riscos, mas dominou. Aplausos da torcida no momento do apito final.

VAR: não atuou na primeira etapa.

O CRB volta com duas alterações para o reinício de partida.

Segundo tempo: o Grêmio volta amassando o adversário, que mal consegue ficar com a bola e /ou passar da sua metade do campo. Diego Souza perde dois gols com a goleira aberta, e Elias perde um na mesma circunstância. Depois disso, Elias fez um gol que foi invalidado. O segundo tempo foi todo do Grêmio. O goleiro Brenno praticamente não tocou na bola, por falta de jogadas de ataque do CRB. No final o lance involuntário de Nicolas foi exageradamente punido com cartão vermelho. Este fato alterou um pouco o planejamento do treinador, mas não prejudicou no placar.

VAR: anulou gol de Elias, por impedimento muito ajustado, aos 28.

Cartões: segundo tempo: vermelho para Nicolas, por um pisão involuntário em um adversário, aos 46.

Gols: Diego Souza pega um rebote na intermediária, avança em velocidade e na entrada da área, quando começava a ser cercado por três adversários, lança Elias na direita dentro da área, ele bate cruzado e manda a bola no canto inferior direito de Diogo Silva, aos 14; Biel recebe a bola na esquerda, avança em diagonal e da entrada da área dá atrás para Bitello, que de fora da área manda um balaço no ângulo superior direito, a bola bate na junção da trave com o travessão e cai atrás do goleiro, mal passando da linha, aos 40.

Trocas: segundo tempo: Elkeson (9) e Gabriel Silva (59) vêm para o jogo nos lugares de Diego Souza e Lucas Silva, aos 21; Campaz (7) e Janderson (20) vêm para o jogo nos lugares de Elias e Biel, aos 37; Diogo Barbosa (6) vem para o jogo no lugar de Bitello, aos 47.

Resultado que dá a liderança da competição ao Grêmio pelo critério do saldo de gols, desde que a Chapecoense não vença o Cruzeiro, mais tarde. O Sport já perdeu na rodada, para o CSA.

*

Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima (CBF/MG), auxiliado por Guilherme Dias Camilo (Fifa/MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (CBF/MG).

VAR: Marco Aurélio Fazekas Ferreira (CBF/MG).

Público: pagante 16.394; total 17.739; renda R$ 633.555.

Melhor do jogo: Bitello.

V= 12/ E= 4/ D= 5


Your Comment