RSS

Missão Cumprida

GRANDE JOGO

Na estreia do técnico Marcelo Oliveira o Atlético começou o jogo saindo para cima do Grêmio, mesmo desfalcado de vários jogadores. Desfalcado ficou o Grêmio logo início, com a lesão de Fred. Bressan entrou e já fazendo falta no primeiro lance. Urge a liberação do zagueiro Wallace para começar a jogar.

As dificuldades defensivas do Grêmio já começam a aparecer, e a predisposição dos jogadores para largar o jogo e reclamar da arbitragem também. O Atlético não demorou a perceber que o adversário é fraco e começa a se aproveitar disso. Ironicamente, foi o Tricolor que abriu o placar, em jogada que envolveu quatro jogadores: Douglas, Giuliano, Marcelo Oliveira e Henrique Almeida, que logo depois também teve que ser substituído.

Eu nunca tinha visto isso: três substituições por lesão em uma mesma equipe no primeiro tempo. Isso está acontecendo com o Grêmio no Independência. O Atlético está correndo muito, mas a marcação imposta pelo time gaúcho faz com que o time mineiro apele para a ligação direta, com lançamentos de Edicarlos. Edilson parece ter definitivamente resolvido a questão da lateral direita do Grêmio. Nunca pensei que chegaria o dia em que eu escreveria que me sinto tranquilo por saber que é ele que está lá, e não o Wallace Oliveira, nem o Wesley, nem o Ramiro improvisado.

O primeiro tempo poderia ter terminado com placar ainda maior se Luan não tivesse fomeado em um lance em que Everton estava ao seu lado, dentro da área. Ele preferiu chutar e mandou a bola para fora, cavando um escanteio. compensou pelos dois gols marcados, mas este é um defeito dele, assim como é um defeito do goleiro Victor, que eu sempre pensei, desde quando jogava no Grêmio: chute cruzado é gol certo. Foram assim os dois que sofreu de Luan, no primeiro tempo.

Resta saber o que poderá acontecer com um time que não pode mais fazer substituições e precisará administrar o placar durante todo segundo tempo, em que o adversário vaiado pela torcida no final do primeiro tempo vai forçar a barra para tentar reverter  o placar.

Aos 45 do segundo tempo já é possível afirmar que o Grêmio conquistou três pontos de forma heroica, segurando a pressão do Atlético, que até nem foi tão contundente, mas o time gaúcho não tinha mais substituições para fazer, teve que se aguentar até o final, inclusive com Douglas em campo. O Atlético lutou muito. A torcida vaiou, depois cantou o hino do Galo, aplaudiu jogadores que falharam, ensaiou grito de olé quando o Grêmio trocava passes.

O fato é que o Grêmio completou sua terceira partida sem levar gols. Não sofreu riscos apesar de toda pressão do time adversário. Valeu a lição fora de casa.


Your Comment