RSS

Post de Recuperação

O QUE se PERDEU do DIÁRIO

Se fosse uma coisa simples, só chegar, sentar, escrever um texto no papel, depois fazer a digitalização no PC e publicar eu não teria grande problema em perder o que estava digitado na hora de postar no blogue. Mas não é assim que funciona. Por mais que seja um trabalho mais de caráter particular do que qualquer outra coisa, no momento da criação de um texto sempre entra lado perfeccionista que sempre quer entregar o melhor material possível.

Por isso não pude deixar de me sentir chateado ao ver o quão truncado saiu o post do Diário, no dia de hoje. Deu trabalho montar o texto no papel, assim como deu trabalho a montagem das fotos. Mas alguma coisa fiz errado na hora de liberar o texto (e como sempre nessas horas, não consigo imaginar o que tenha sido, mas o fato é que deu, tanto que perdi o texto e a postagem saiu truncada).

A consequência é que ao ter que reescrever o que estava pr0nto, não vai sair como o original. Talvez possa sair até melhor, é verdade, mas é uma situação muito chata. A tendência é sempre de se largar uma versão resumida. O que eventualmente pode não ser tão ruim. Mas vamos aos fatos.

No texto perdido eu escrevi que ontem pela primeira vez liguei o ar condicionado da sala para esquentar, desde sua instalação, em 2010. Escrevi que isso aconteceu provavelmente porque desde aquela época não tinha enfrentado um frio tão contundente. Escrevi que tive que reler o manual para descobrir que leva em torno de cinco minutos para que comece a trabalhar, ao contrário do processo de resfriamento, que tem efeito imediato.

Escrevi que tinha esperança de que esquentasse o bastante para que pudesse tirar o jaquetão; que até cheguei a tirá-lo, mas tive que recolocar, porque o processo de aquecimento é lento. Já ia esquecendo e mencionar: decidi ligar o Split por volta de 18 horas, mas hoje vou fazê-lo às 17, que é quando o Sol de esconde atrás da torre aqui do lado. Escrevi que apesar da lentidão do aquecimento minhas mãos não estavam duras de frio. Escrevi que a maior evidência do efeito do aquecimento apareceu no termômetro de parede. Quando desliguei o ar, às 22:55, a marca era de 19°. Às 23:10 já estava em 17. Para aquecer demorou bastante (tanto que eu havia mudado de 26 para 30° o termostato do split), mas quando desligado a temperatura caiu rapidamente.

Tudo isso foi perdido quando dei o comando para publicar o post do Diário.

Tinha escrito que haveria futebol para acompanhar desde as 11 horas, com dois jogos do Brasileirão (acompanhei Coritiba 3 x 2 Sport); à tarde haveria mais jogos, mas com o GP do Canadá (que está rolando agora, com transmissão do SPORTV2) antes dos jogos das 16:00; que às 18:30 tem o último jogo da rodada e que às 21 tem a Seleção Brasileira na Copa América.

O que acabou rolando, que não havia entrado nos planos iniciais, foi eu fazer comida, já pensando no meio de semana. Me obriguei a cozinhar para o almoço, também, porque o que tirei do freezer na noite anterior não havia descongelado. E agora até feijão no fogo tem.

Postagem recuperada e ampliada.

20.02.09 07 NP


Your Comment