RSS

Vitória Prevista

NADA DIFÍCIL

O Avaí veio para a partida com time praticamente reserva, favorecendo e muito o time de Argel, que preservou o meia Anderson e deixou Alex no banco. Antes da partida, o destaque negativo foi uma briga entre duas torcidas coloradas na frente do hotel onde o time estava hospedado. Onze pessoas foram presas.

O jogo é ruim, no primeiro tempo, concordei com uma torcedora entrevistada pelo Luciano Périco. Há poucas jogadas de área, perigo de gol nem chegou ao estádio, e como sempre, os erros de arbitragem. O Avaí tem uma única chegada, o Inter joga dentro do campo adversário, mas não tem contundência, sem um atacante de referência, apesar de o garoto Aylon estar em campo.

Quase ao final do primeiro tempo a maior qualidade técnica colorada desencantou e o jogo foi decidido ali.

Argel tira Marquinhos e coloca Alisson Farias, com vistas a deixar o time mais ofensivo, na volta do intervalo. Deu resultado, mas o Avaí voltou mais ligado no sistema defensivo. O Inter acumulando escanteios tem domínio total da partida. O Avaí mal consegue passar do meio de campo. A primeira finalização em gol do time catarinense na segunda etapa aconteceu aos 25 minutos, e nem passou perto do gol de Alisson.

Argel colocou em campo, ainda, Andrigo e Alex, retirando Aylon e Anderson. Não mudou muita coisa no esquema do time, nem no domínio da partida. O Avaí não teve forças para ameaçar o Colorado no segundo tempo e estabeleceu-se a vantagem colorada para o GreNal do dia 6 de março.


Your Comment